Da calma de se cuidar do mar

Da calma de se cuidar do mar

Poder estar na calma do azul do mar dos cuidados da memória uns dos outros... As inseguranças são tantas mas a estabilidade do curso permanece tangente à ideia que nos dá norte. O ritmo acelera num contraditório em que se pede mais calma, diminuindo a velocidade do curso e temperando todas as vontades a bordo.

De nosso diário de bordo, 12 de dezembro de 2015

acreditar

 

Divulgue!

No Comments

Post a Comment